Fale Conosco

Entenda como otimizar as redes industriais utilizando cabeamento blindado

A blindagem em cabos ethernet tem sido cada vez mais utilizada nas aplicações de ambientes críticos. E o motivo é simples: ela evita que ocorra desvio de sinal e interferências causadas, principalmente, pela presença de cabeamento elétrico.

Os ruídos eletromagnéticos que causam interferências podem ser de baixa ou alta frequência.

Ruídos de alta frequência, são aqueles que são gerados em MHz, são interferências que acontecem entre os próprios cabos de dados, chamado de Allien Crosstalk (leia mais em nosso artigo sobre Difonia/ Crosstalk)

Os de baixa frequência tem relação com interferências de frequências que são similares aquelas geradas por transformadores e motores, que oscila em aproximadamente 60Hz.

Qual a diferença entre os cabos blindados e os não blindados?

Os cabos não blindados, são identificados pela sigla U-UTP, não apresentam nada além dos quatro pares de vias internas, sem nenhuma capa protetora interna.

Já os cabos blindados (Podem ser: F-UTP, S-UTP ou SF-UTP) possuem uma fita e/ou malha entre a capa externa e as vias internas, garantindo proteção contra interferências eletromagnéticas. Seu uso é recomendado para empresas que possuem um ambiente crítico, e necessitam de alta performance em suas operações, sem qualquer risco de interferências ou falhas.

Há uma normativa (ISO/IEC 11801-1) que orienta a forma de especificar os cabos e também possíveis variações das blindagens, podendo ser global e/ou par-a-par.

Vamos então as nomenclaturas:

XX: Se refere à blindagem global: envolvendo todos os condutores

  • U (unscreened): sem blindagem;
  • F (foil screened): blindagem em fita;
  • S (braid screened): blindagem em malha;
  • SF (braid and foil screened): dupla blindagem (malha e fita)

Y: blindagem do elemento, envolvendo os pares ou quadras

  • U (unscreened): Sem blindagem;
  • F (foil screened): Blindagem em fita;

ZZ: Se refere ao tipo de formação dos pares e quadras

  • TP (twisted pair): Par trançado;
  • TQ (twisted quad): Quadra trançada.

As blindagens mais comuns e usadas são:

  • U/UTP: Sem blindagem nenhuma, global ou nos pares
  • F/UTP: Blindagem em fita global, sem blindagem nos pares;
  • SF/UTP: Dupla blindagem global (fita e malha), sem blindagem nos pares;
  • S/FTP: Blindagem global em malha e blindagem dos pares em fita.

Agora ficou fácil, lembre sempre de consultar a nomenclatura correta antes de identificar os cabos que deseja, para que não haja qualquer problema ou trocas nos cabos devido aos nomes incorretos.

Em resumo, a blindagem evita diversos problemas de rede causados por interferências, que podem prejudicar operações importantes em sua empresa, gerando gastos extras e paradas não planejadas. Por isso, ter uma rede segura com cabeamento adequado de acordo com suas necessidades é imprescindível.

Entre em contato com nosso time de especialistas para avaliarmos seu ambiente e torna-lo mais seguro e eficiente.

FONTE: FURUKAWA

Compartilhe!
76

Posts Relacionados

plugins premium WordPress

Identifique-se

Insira seus dados abaixo para acessar a Calculadora Laserway